Introdução às técnicas de optimização para moto...

Introdução às técnicas de optimização para motores de pesquisa (Google)

 

Google

Não há dúvidas: quase 80% dos utilizadores de Web iniciam uma pesquisa através de motores de busca e a maioria usa o Google. Razão pela qual deverá ter os devidos cuidados com a sua loja electrónica ou web site.

 

Endereço bem escolhido

Um dos critérios de pesquisa do Google incide no endereço (domínio) da sua loja electrónica ou web site. Se efectuar no Google uma pesquisa por "epages", poderá verificar que o nosso termo consta nos endereços dos primeiros sites listados.

www.epages.de/en, www.epages.de, www.epages.net,

Se ainda está a definir o seu negócio online, pense num nome e endereço (URL) que coincida com o termo utilizado pelos clientes sobre a sua oferta.

Mas não apenas o domínio é relevante: Conta todo o endereço, também designado de "URL":

www.lojas-na.net/epages/Store.sf/..., www.trustedshops.com/news/epages...

 

Conteúdos

Escreva bons conteúdos. Afinal, os conteúdos de qualidade são sempre as primeiras referências na Internet - e também no Google. Além dos termos técnicos, utilize as designações conhecidas pela audiência pretendida e palavras relacionadas no contexto. Tenha em conta que o Google penaliza o abuso de repetição de palavras importantes! Seja também generoso com informações detalhadas, referências externas em outros sites, recurso a ilustrações e elementos multimédia. Não evite mais de 100 links em cada página. Resumindo, a eficiência de sua comunicação reflecte-se na indexação do Google. Veja também 11 Dicas para comunicar com mais eficiência.

 

Títulos, resumos e palavras-chave

Dedique-se logo após a finalização dos conteúdos à definição do título, palavras-chave e resumo. O Google encontra esta informação nas designadas Meta Tags, que o e.pages insere após o preenchimento dos respectivos campos dos conteúdos e produtos.

Título: apenas 80% lêem os títulos. Assim, os títulos têm de ser cativantes e informativos (veja também Como conquistar atenção com títulos)

Resumo: O resumo deve incluir toda a informação necessária que permite ao utilizador decidir se o conteúdo é relevante ou não para ele. E já agora, evite conteúdos que são importantes para si e não para um potencial cliente.

Palavras-chave: Use apenas as palavras-chave relacionadas com o conteúdo da página ou da sua loja online. Sem dúvidas existem outras palavras mais pesquisadas, mas o conteúdo não corresponderá à expectativa do cibernauta.

 

Adaptar o vocabulário

Se falar a mesma linguagem dos seus potenciais clientes, i.e., usar o mesmo vocabulário, as suas páginas coincidem mais com as pesquisas efectuadas. Mas como conhece o vocabulário utilizado online? Simples: recorra às informações das ferramentas de estatísticas, por exemplo do etracker (veja também Estatísticas com o Etracker ) e adapte os textos escritos à linguagem utilizada.

 

Texto em vez de imagens

Todos os textos devem ser colocados em texto e não em formato de imagem. O Google não indexa textos inseridos através de uma imagem. Em alguns casos a utilização de imagens deve-se ao facto de que o conteúdo "já existe em formato digital" e pretende-se reduzir o trabalho. Em outros casos, a utilização de imagens para a exibição de títulos e textos é justificada pelo estilo de letra, usada no estacionário ou livro de estilos da empresa e não ser standard para a Web. Tenha em consideração que esta opção está a prejudicar sempre a visibilidade no Google. Mas também não deve substituir o logótipo da empresa por texto.

 

Sempre novos conteúdos

Actualize os conteúdos da sua loja electrónica / Web site, de preferência diariamente. Novos conteúdos fidelizam os visitantes e fazem com que voltem todos os dias. Se o Google detecte que a sua loja electrónica ou Web site recebe cada vez mais visitantes regulares, os registos do Google serão actualizados também com regularidade.

 

Links apontados para a sua loja online / site

Pela lógica do Google, quanto mais pessoas apontaram links para a sua loja online / site, mais relevante é o conteúdo. Por outro lado beneficiará se os links são de origem de sites igualmente bem posicionados no Google. Todavia, os links com designações concretas e contextuais resultam melhor do que um link genérico, na pior das hipóteses um "clique aqui". Assim, promova que os seus conteúdos sejam referenciados e disponibilize informações como isso deve ser feito.

 

Título e texto alternativo

Use sempre o texto alternativo nos links e imagens. Os editores profissionais de HTML facilitam este trabalho. No caso de imagens, o e.pages solicita-lhe uma descrição alternativa e um título. Quanto à descrição alternativa, pense como explicava a imagem a alguém que não tem a imagem à sua frente. Mais uma vez, este trabalho beneficia a indexação.

 

Não tente enganar o Google

Coloque apenas a "verdadeira informação" online. Não tente manipular indevidamente o resultado de indexação através de técnicas menos correctas, esta manipulação será reconhecida pelo Google e punida. Poupamos o seu tempo a "reinventar estes truques" e revelamos as técnicas que deverá evitar:

Repetir palavras-chave ou outros conteúdos para aumentar a incidência durante a indexação.

Uma das práticas não aconselháveis consiste na repetição de conteúdos com formato "escondido". Existem várias técnicas.

  • Formatar o texto na mesma cor do fundo;
  • Colocar texto atrás de uma imagem;
  • Esconder texto através de CSS;
  • Usar o tamanho 0 para o texto.

 

Criar páginas de entrada

As páginas de entrada são criadas apenas para melhorar a visibilidade para motores de pesquisa e contêm, normalmente, centenas de links. Para o utilizador são desnecessárias e extremamente aborrecidas.

 

Cloaking (camuflagem de conteúdo)

Texto desta secção original do manual webmasters do Google
 

Cloaking significa apresentar para os usuários conteúdos ou URLs diferentes para os usuários, além de mecanismos de pesquisa. Exibir resultados diferentes baseados em agentes de usuário pode fazer o site ser considerado fraudulento e removido do índice do Google.

Alguns exemplos de cloaking são:

  • Apresentar para os mecanismos de pesquisa uma página em HTML com texto, e ao mesmo tempo exibi-la para os usuários como uma página de imagens ou Flash.
  • Exibir conteúdos diferentes para os mecanismos de pesquisa e para os usuários.

 

Saber mais: